nos

nos

sábado, 30 de janeiro de 2010

Batizado











Dia 30 de janeiro foi o batizado das minhas duas princesas... Gabriela e Catarina. Nós decidimos fazer o batizado das duas juntas porque seria mais fácil e mais divertido. Foi celebrado na Igreja São Luiz Gonzaga, no bairro Minas Brasil, com o padre José, um padre bem bacana e bem especial para Bruna e Gustavo (celebrou o casamento dos dois e fazia parte da paróquia da região da serra).

Os padrinhos da Gabriela foram o Walninho, meu irmão e a Patty, irmã do Fabiano, e os padrinhos de consagração foram o Felipe, primo do Fabiano e a Patrícia, minha cunhada.

Já os padrinhos da Catarina fomos eu e o Fabiano e os de consagração foram o Dú e a Débora.

Após o batizado fizemos um almoço aqui no salão de festas do nosso prédio.

As meninas se comportaram muito bem, estavam lindissímas e bem atentas a tudo. Toda a família compareceu com excessão da Vó Irany que estava hospitalizada mas já está bem.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Vózinha linda!


A vó mais linda do mundo nos deixou dia 16 de janeiro. Como todos que me conhecem sabem... tinha uma enorme admiração e adoração por ela, era a melhor vó e bisavó do mundo e deixará eternas saudades! E agora temos mais um anjo da guarda sempre ao nosso lado! Te amo muito vózinha!

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

9 Meses

Dia 23 de janeiro. 9 Meses.
Gabriela está cada dia mais linda, fofa e extremamente simpática. Bastante levada mas preferimos assim.
São 9 meses de muita fofurisse e alegria nas nossas vidas.
Não tínhamos idéia do quanto de felicidades uma bonequinha dessas poderia trazer para as nossas vidas. Cada sorriso, passo, travessura, grito ou palavrinha nova nos faz reviver.
Eu e Fabiano ficamos encantados com cada novidade e ainda brincamos um com o outro "como pode uma gracinha dessa nos deixar tão embasbacados....." mas nos deixa!

Helicoptero

Após o passeio de Buggue em Natal, levamos a Gabriela para um passeio de helicóptero pela cidade maravilhosa!
video

Rio de Janeiro





























Papa

Chegamos do Rio deJaneiro no sabádo a noite e quando íamos descer do carro Gabriela começou falar papai, na hora achamos que era coincidência mas depois ela disparou a falar e o papai ficou todo bobo.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Mais quatro dentes...

Semana passada descobri que os quatro dentinhos de cima da Bibi estão nascendo, já tá parecendo uma vampirinha já que os dois laterais apontaram primeiro.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Mama

Ontem Gabriela disparou a falar "mama", na hora em que fica no aperto, com sono ou fome então nem se fala, só dá mama. Ficamos todos abobados. Vou fazer um vídeo depois para postar.
Mas na lista de palavrinhas ela já fala oi, guigui e de vez em quando até um olá saí.
Muito fofa essa menina!

Primeira engatinhada

Dia 01 de janeiro de 2010 Gabizinha louca atrás de uma caneca de inox que o Fabiano deixou no chão, deu umas quatro engatinhadas no escritório da casa da tia Biba em Campinas, foi muito fofa e rápida, mas como gritei e chamei o Fabiano pra ver e com ele veio mais um tanto de gente ela ficou tímida e não engatinhou mais nem uma vez. Agora estamos no treinamento intensivo aqui em casa para que ela continue tentando.

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

BEIJOQUEIRA - NOVA VERSÃO DOS FATOS

Esta é a versão única, exclusiva e verdadeira sobre os beijos que a Bibi, também chamada de Guigui (expressão que ele balbucia toda hora), aprendeu a mandar. Por favor esqueçam a anterior postada pela Quel.

Na segunda-feira estávamos a Quel, a Bibi e eu no shopping quando ela começou a fazer sua primeira gracinha. Nesse instante ela estava no meu colo (detalhe super importante) e depois de receber muitos beijos meus naquela bochecha deliciosa e maciinha, ela resolveu copiá-los e retribuí-los. De tanto me ver beijá-la a Bibi acabou aprendendo. Esse fato só comprovou a minha teoria de que a Quel adora beijos. O Gabi gosta até hoje deles.

No começo não foi muito fácil. Ela mexeu a boca de um lado, do outro, fez beicinho até que ele saiu. A partir daí foi uma infinidade de beijos. A Quel no começo ficou meio desconfiada quando contei para ela que a Bibi estava mandando beijos. Mas quando viu com os próprios olhos não teve dúvida (a única foi a respeito do crédito pela façanha). Eu, como não sou boba, me apressei em ficar com os méritos de ter ensinado essa primeira gracinha, apesar das controvérsias a respeito.
Começamos então a treiná-la para que ela repetisse a proeza na frente do papai, avós, tios e de toda a família durante as comemorações do Natal. A Bibi agora já virou uma beijoqueira de primeira.